Total de visualizações de página

sábado, 24 de setembro de 2011

Os Anfíbios

É algo realmente triste as pessoas por falta de conhecimento matarem os animais. A cultura humana sobre o domínio das espécies e da natureza, ou a falta de saberes inerentes aos seres vivos em sua volta fez do ser humano um exterminador do futuro. Desde pequenas as crianças aprendem a matar os pequenos seres vivos, aranhas, lagartas, borboletas....aprendem a jogar sal  no sapo, pedra nos pássaros, bater na cabeça das cobras. Devemos respeitar a natureza e cuidar dela sabendo que tudo o que fizermos de negativo para a mesma retornará para nós com o dobro de força.  


Os anfíbios estão vivem em nosso planeta a mais de 350 milhões de anos e é considerado como primeiro vertebrado a pisar em terra firme. São animais base da cadeia alimentar, fazendo controle biológico dos insetos e servindo de alimento à uma diversidade muito grande de animais. Pássaros, cobras, lagartos e outros carnivoros, tem nos anfíbios uma rica fonte de nutrientes. O ser humano interfere nas cadeias alimentares, alterando os ciclos naturais, extinguindo espécies tanto animais quanto vegetais, desmatando, matando, poluindo fontes e paraísos naturais de nosso planeta. Esses ecossistemas acabados sofrem redução de sua fauna/flora e consequentemente extinção de algumas espécies dentre elas podemos citar os anfíbios. Devemos conhecer para preservar esses seres que não fazem mal a ninguém. Algumas características destes animais:




Os Anfíbios

São os sapos, rãs, pererecas, salamandras e cobras cegas. São dotados de dois pares de membros locomotores com exceção da Cecília ou cobra cega.




Características:

v  Os anfíbios tem pele úmida, sem escamas e sem queratina. Pela pele absorvem água.
v  São pecilotérmicos e a temperatura do corpo varia de acordo com o ambiente.
v  Na fase larval os anfíbios respiram por brânquias e quando adultos por meio de pulmões e pela pele.
v  São carnívoros e se alimentam de insetos, minhocas e outros invertebrados e até mesmo de camundongos.
v  Possuem olhos protegidos por membrana e contra a desidratação, não possuem orelhas externas, apenas uma membrana chamada tímpano que transmitem sons para a orelha interna. Sua pele pode ser comparada ao nosso tato.



Classificação:

Anuros – Sem cauda (grego). Sapos, rãs e pererecas animais desprovidos de cauda na fase adulta. Vivem em lugares úmidos e tem o corpo dividido em cabeça, tronco e membros. Os membros posteriores são maiores e adaptados ao pulo.
Urodelos – Cauda visível (grego). São as salamandras e tritões animais que possuem cauda na fase adulta. Vivem geralmente em terra firme mas procuram lagos e rios na época de reprodução. São raros no Brasil.
Ápodes – Sem pé (grego). São as cecílias ou cobras-cegas. Não tem pernas e seu corpo é cilíndrico e comprido. Vivem enterradas no solo ou em ambientes aquáticos.



Reprodução dos anfíbios.

Possuem fecundação interna e externa. No caso da rã após ela depositar os ovos na água o macho deposita o espermatozóide sobre eles. Na salamandra e cobra cega a fecundação é interna. O macho libera o espermatozóide e a fêmea recolhe para a fecundação dos óvulos internamente.



Conheça, respeite, ame a natureza. Você não é dono de nenhum animal...Eles são livre e só te farão mal se forem ameaçados por você...Cuide do Meio Ambiente.



Nenhum comentário:

Postar um comentário